18 de junho de 2013

Índio também quer badminton

E o badminton continua quebrando "barreiras" por aqui. O Governo do Estado do Amapá - GEA, através da Secretaria de Estado do Desporto e Lazer - SEDEL e da Secretaria Extraordinária dos Povos Indígenas - SEPI, promoveu mais um momento histórico pro badminton amapaense (quiçá brasileiro) ao levar a modalidade até uma aldeia indígena na região centro-oeste do Amapá.

A ocasião se resumiria a uma reunião com a população da aldeia Aramirã, etnia dos Waiãpi, no município de Pedra Branca do Amapari, para definir critérios da seletiva dos Jogos Indígenas que acontecerão lá, e entrega de material de esportes de "brancos". Mas para nós, do badminton, foi muito mais que isso. Pois ver nosso esporte rompendo mais uma fronteira ao incluir índios, é emocionante.

O Secretário Mário Brandão (SEDEL) me garantiu que eles adoraram a "novidade", e que o badminton também será uma modalidade trabalhada nas aldeias.

Obrigado, GEA/SEDEL/SEPI, por também levantarem a bandeira do badminton.

Badminton na aldeia Aramirã, município de Pedra Branca do Amapari-AP.
Fotos: Cliver Campos
Postar um comentário