4 de agosto de 2014

O Amapá no GP Brasil 2014

Inicia Amanhã, 05/08, e se estende até 10/08, o Yonex Brasil Grand Prix de Badminton no ginásio da Comissão de Desportos da Aeronáutica, na cidade do Rio de Janeiro. A competição é válida como etapa do circuito mundial de badminton. É a primeira vez que o Brasil recebe um torneio deste nível, ficando abaixo apenas do mundial e do Super Series.

Servindo como teste para os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio, o evento faz parte da estratégia da BWF (Federação Mundial de Badminton) para difundir e desenvolver o esporte, para torná-lo mais atrativo e popular no Brasil até 2016. Além disso, também será uma ótima oportunidade para os atletas nacionais testarem sua técnica e se prepararem para os Jogos Olímpicos. Teremos a maior delegação no GP, 33 atletas, de um total de 107 inscritos de 20 países, segundo dados da Confederação Brasileira de Badminton - CBBd.

Outra novidade, não só para o Brasil, é que será o primeiro torneio no mundo a testar, em caráter experimental até 02/11/2014, o novo sistema de pontuação criado pela BWF. Vejam as alterações:

- O jogo passa a ser disputado em melhor de 5 games de 11 pontos (vence o game quem fizer 11 pontos primeiro e vence o jogo quem vencer 3 games primeiro). Antes o jogo era disputado em 3 games de 21 pontos;
- No caso de empates em 10 a 10, vence o game ou o jogo quem fizer 11 pontos primeiro. Não existe mais a necessidade da diferença de 2 pontos para se decretar o vencedor;
- Os intervalos de 2 minutos entre os games continuam, porém, agora aumenta-se também do terceiro para o quarto game e do quarto para o game final (quinto game); e
- O antigo intervalo de 11 pontos (1 minuto) não existirá mais, com exceção do jogo ir para o game final (quinto game). Neste caso, será concedido 1 minuto de intervalo para que assim os atletas também possam efetuar a troca de lado na quadra.

E onde está o Amapá no meio disso tudo? Explico: Aldir de Azevedo Dantas, professor de Educação Física, árbitro estadual de badminton, árbitro nacional de badminton (CBBd), técnico de badmitnon nível 1 (BWF), professor do Shuttle Time (BWF) e juiz de linha internacional de badminton (PANAM/BWF), estará atuando na competição, via BWF, como juiz de linha, e quem sabe dando um passo para atuar também nos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro.

O blog "Badminton no meio do mundo" e a Federação de Badminton do Amapá - FEBAP desejam sucesso e uma boa atuação na competição ao Prof. Aldir.
Postar um comentário