20 de setembro de 2009

História do Badminton no Amapá - 1ª parte

por Aldir Dantas


No final de 2006, conversando pela internet com amigos do Piauí, me informaram que um esporte recém chegado por lá estava fazendo o maior sucesso... foi quando comecei a buscar na internet maiores informações sobre o referido esporte. Encontrei o site da Confederação Brasileira de Badminton, e a partir daí comecei a trocar e-mails com o Gilberto Pupo (até então, diretor de federações da confederação).

Em março de 2007 o Gilberto Pupo me convidou pra assistir um torneio que aconteceria em Campinas e prontamente aceitei, só que coincidentemente o torneio caiu na data do aniversário da minha esposa que estava recém chegada na cidade e ficaria sozinha, só que a mesma me incentivou a ir dizendo que teríamos muitos aniversários juntos e que eu não poderia perder aquela oportunidade. De malas prontas, viajei a Campinas, fui recebido por Luiz de França (então técnico da seleção brasileira de badminton) que me acolheu em sua casa e me acompanhou por 3 dias no torneio no Clube Hípica de Campinas. Fiquei maravilhado! Tudo o que vi foi motivo de inspiração para trazer o Badminton para o Amapá (tudo isso por causa do Betão).

Fui levado em lojas de material esportivo onde adquiri as raquetes, redes e petecas e as trouxe para Macapá. Foi quando apresentei o material para um amigo (Aristarco Júnior), que ao ver o peso da raquete, de cara gostou e perguntou se eu poderia deixar com ele o material, e assim eu fiz. No dia seguinte me ligou convidando para ir ao galpão de sua família (Café Grão de Ouro) ver o que ele tinha feito, e ao chegar lá me deparei com um grupo jogando, com uma quadra demarcada e tudo. A partir daí eles jogavam todos dos dias 06:00h da manhã e 18:00h da tarde.

Depois de algum tempo consegui o horário de 06:00h da manhã no Ginásio Avertino Ramos. Passamos uns 3 ou 4 meses jogando nesse horário, só que o período chuvoso atrapalhou e além disso conseguimos alguns horários na AABB (terça e quinta pela noite, e sábado e domingo pela manhã), isso fez com que o horário de 06:00h da manhã diminuísse a procura até parar.

(CONTINUA)
Postar um comentário