9 de novembro de 2009

Táticas de jogo - 1ª parte

Estratégias de Simples (Masculino e Feminino)

O badminton é um jogo que pode exigir fisicamente e mentalmente conforme o desejo dos participantes. O objetivo destas estratégias é permitir que o jogador desenvolva melhor o jogo e assim obtenha melhores resultados.

Com a utilização cuidadosa dos golpes, é possível jogar uma boa partida de simples. Não menospreze a importância destes golpes básicos: clear, drop-shot rápido e lento, smash, lobs de "backhand" e "forehand", net-shots, saque curto, saque alto, drives etc. Estes golpes são a base da boa qualidade do jogo de simples.

Vamos analisar os jogos de simples na seguinte ordem:
I - Base de Jogo e Dimensões da Quadra;
II - Ataque e Defesa;
III - O Saque nas Partidas de Simples;
IV - Considerações Finais.

I - Base de Jogo e Dimensões da Quadra

Teoricamente, enquanto espera pelo golpe do oponente, o jogador deve estar no ponto que melhor permite defender a quadra inteira. Normalmente, este será o centro da quadra. Porém, variações acontecem por duas razões: (a) a velocidade de um jogador; e (b) as dimensões da quadra.

(a) Se um jogador se move para a frente mais facilmente que para trás ou vice - versa, pode ser vantajoso trocar a base para trás ou para frente. Como a pessoa joga, como resultado desta mudança, é claro, é o teste de sua efetividade.

(b) A maioria dos jogadores e treinadores pensa nas dimensões da quadra em termos de comprimento e largura. Lembre-se, o mais importante pode não ser nada disso, mas sim a altura. Petecas golpeadas de forma chapada ou para baixo, atingem mais cedo o seu alvo do que aquelas golpeadas por baixo que atingem um ápice e depois caem verticalmente no alvo.

Cada golpe em badminton tem uma trajetória diferente. A decisão de um jogador em quão rápido ele quer que a peteca atinja o alvo deve ser baseado na:
(a) posição do oponente na quadra;
(b) posição do jogador na quadra;
(c) velocidade de movimento de ambos os jogadores;

Um rally, quase sem exceção, acaba porque um jogador selecionou o golpe errado. Golpes mal executados também entram também nesta categoria.

Fonte: Federação de Badminton do Estado de São Paulo
Postar um comentário