1 de março de 2010

Divulgação

Inaugurou em Macapá o Centro de Formação Musical AIAPI, uma escola de música diferenciada no Estado por sua estrutura física, professores, e por trazer à população amapaense toda a tradição familiar dos descendentes de Mestre Oscar Santos, um dos mais importantes nomes da música amapaense e um dos principais músicos do interior da Amazônia. Junto com o Centro de Formação Musical AIAPI está sendo criado o Instituto de Arte Oscar Santos, que será responsável pelo resgate e preservação da história de Mestre Oscar, além de apoiar e promover as diversas formas de manifestação artística e cultural.


Oscar Santos foi o maior educador musical da região, ensinando a tocar todos os instrumentos musicais nas áreas de sopro e percussão, além de violão, violino, bandolim, acordeom e piano. Fez parte da primeira equipe do corpo docente do antigo Conservatório Amapaense de Música, responsável pelas disciplinas de teoria musical, solfejo e harmonia. Mestre Oscar revolucionou a educação e a cultura musical no Amapá. É autor da melodia do hino oficial do Estado, a "Canção do Amapá". Seu trabalho marca o início da história da música amapaense, através de prática de bandas de música.


É com essa tradição musical, experiência, capacitação profissional e credibilidade, que os herdeiros de Mestre Oscar, as professoras Neuma, Socorro e Fafá, e o professor Beto Oscar, colocam à disposição da população amapaense uma escola de música única no Estado.



O Centro de Formação Musical AIAPI está com matrículas abertas em:

Piano
Teclado
Violão
Violino
Guitarra
Contrabaixo elétrico
Bateria
Flauta doce
Técnica vocal
Canto
Leitura de partitura
Musicalização para crianças a partir de 5 anos de idade

Em breve estarão disponíveis aulas de clarinete, sax, trompete e cavaquinho. As aulas poderão ser individuais ou em turmas, sempre em salas climatizadas.

Endereço: Avenida Ceará, nº 360, Pacoval (entre as Ruas Guanabara e São Paulo)
Telefones: 3222-0838 / 8115-0010 / 9131-3819

Matéria do programa De Olho na Cidade, da Band / Macapá


Postar um comentário